quarta-feira, 9 de abril de 2008

{Quando Voltamos à Idade das Trevas}

Lembra daquele tempo em que a tecnologia era tão arcaica que a programação da TV chegava com dias de atraso? Provavelmente não, afinal isso tem mais de 30 anos. De qualquer forma os saudosistas podem agradecer porque uma turma aí providenciou para que voltássemos ao tempo dos nossos avós.

A história começou assim, em fevereiro, o Ministério da Justiça baixou uma portaria estabelecendo os horários em que determinados programas poderiam ir ao ar. Nesse caso, tudo que fosse considerado impróprio para menores de 12 anos só poderia ir ao ar depois das 20 horas, o que fosse liberado apenas para maiores de 14 às 21 e assim sucessivamente. Até aí tudo bem, porém, pelas novas regras, as televisões teriam que obedecer aos fusos horários do país. E foi quando começou o problema.

Para respeitar a lei e os fusos horários do país, as emissoras basicamente tiveram de eliminar a programação ao vivo. Com isso, a população do Acre, Amazonas e outros estados, que já vivem em posição de quase isolamento, ficam só um pouco mais atrasados. Como se não tivéssemos problemas suficientes.

A justificativa do MJ é que é necessário preservar as crianças, tudo bem que ninguém precisa assistir o “Cine Privê” às duas da tarde, mas por acaso essas crianças que o Ministério quer proteger não têm pais? Será que esses pais iriam deixar os filhos serem expostos a mais violência e sexo do que eles já vêem no mundo real? Os Juízes não possuem TV com controle remoto?

O pior é que as crianças acabam sendo usadas como escudo por juízes que ao invés de tentarem diminuir a morosidade da Justiça tentam assumir o papel de educadores; por políticos buscando um novo fato que abafe os escândalos em que se metem; e principalmente por pais negligentes e acomodados que esperam que o Governo vire a SuperNanny e eduque seus filhos por eles.


"A reclamação não é nem por mim, porque quase não vejo mais TV Aberta, mas qual a graça de ver quem matou Bia Falcão duas horas depois que todo mundo já descobriu que ela ainda tava viva?"

9 comentários:

eveline disse...

Eu confesso que fiquei assustada em assistir o jornal hoje na hora do almoço...
eu nao creio tbm que mudar o horario de uma programaçao seja a melhor soluçao, haja vista que se a tal crinaça ingenua e indefesa vive sem o cuidado de pais "responsaveis", a mesma tbm estará eletrizante as 21h para assistir o tal heroes do brasil..

façamos um protesto yuri!!!
heuheueheuheueh

Anônimo disse...

Oi! O texto ficou bom, li para o Roberto e ele lembrou da internet, das revistas, quem vai controlar??

Senhorita Altendorf disse...

eh...
o bom senso de cada um naum eh taum bom...
a tv tem o poder magico de influenciar muita gente ao mesmo tempo...
sensurar dessa forma se torna na verdade eskisito... naum protege tanto assim as crianças... eu conheço crianças ki ficam acordadas por altas horas...

MatheusS disse...

Primeiro decidem o horário do que vamos assistir, depois vão decidir o que vamos comer ou usar como roupa.. e então, tcharam.. estaremos na China!! =/

Um país que tanto se orgulha de ser a 3ª maior democracia do planeta deveria morrer de vergonha por ser o campeão em idéias inúteis como esta.. Já não vou ficar surpreso quando acordar e ler 'desordem e regresso' na nossa bandeira..

Victor* : ] disse...

já q vivemos em uma democracia,
nada mais justo q podermos escolher se assitimos tv
ou não.

E parece q o não,
sempre vai ganhar.

: )

esse é o Brasil.
O país do futuroooooo
victor_

Srtª Amora disse...

me tiraram o direito de assistir o Bob esponja antes de ir trabalhar.

¬¬

enfim, devo confessar que nada mais me assombra nesse país... e sinto que a coisa vai piorar. Pessimismo? não! é a realidade mesmo.

Igor disse...

Cara, honestamente, não consigo nem imaginar um problema dessa magnitude. Essa questão do fuso horário já deve ser complicada o suficiente pra vcs pra vir o Governo e piorar ainda mais a situação. E, putz, informação com duas horas de atraso?!? Cadê o direito nesse país?

o/

Golby disse...

Amigo, quem é Bia Falcão???
Esse blog tá muuuuuuuuuuito lindo. Então...
Concordo contigo.
Lá em casa sou eu quem digo: pode assistir não pode assistir.
Eu conheço mis hijos e sei se têm maturidade para ver ou não aquilo.
Tem coisas que passam no horário livre que deveriam ser mais proibitivas que as que são proibidas. Quer exemplo?
Dança do Créu e outras asneiras. Mas enfim... vivemos numa democracia, não?
Blog lindo esse...
Beijos.

Filipe Carnage disse...

Tá foda essa história de TV atrasada mesmo. PQP...

A propósito Yuri, fiz uma citação rápida sobre o seu blog lá na minha Homepage.
Falow cara, até mais!