terça-feira, 11 de março de 2008

{Cleaning Out My Closet}

Era mais ou menos cinco da tarde quando bateu uma vontade de arrumar meu quarto.

Tá e daí?

E daí, que desde o início dos tempos, ou pelo menos do meu tempo, arrumar o quarto é algo que só acontece quando eu sinto vontade de renovação.
Aí eu me tranco no quarto e começo a revirar tudo. Minha mãe diz que eu nunca arrumo nada e que em menos de uma semana tudo volta a ser uma zona, mas pelo menos pra mim, aquilo é o que faz o universo voltar ao normal.

Arrumar meu quarto (ou bagunçar ainda mais, segundo minha mãe) é uma terapia. Oportunidade que eu tenho de amassar, rasgar, quebrar e jogar no lixo tudo aquilo que se tornou excedente.

Também é a chance de encontrar coisas que estavam esquecidas, como livros que li, livros que eu tentei ler, livros que acho nunca vou ler. Bilhetinhos trocados ainda na época do colégio, que traziam sempre alguma coisa interessante, seja uma declaração de amor incondicional, ou fofoca sobre a menina que deu pro namorado na frente do colégio. Essas eu não consigo jogar fora, ficam ali, mesmo que minha mãe fique gritando que é lixo, porque é o que lembra que até vale a pena viver.

E então o universo volta pro lugar.


"Meu caderno do terceiro ano e suas anotações terapêuticas"

5 comentários:

MatheusS disse...

Preciso arrumar meu quarto, e também a mesa do computador *-*
Tem hora que não encontro mais nada, pff..

Enfim, o/

Hoje foi teu dia de Marinete né? HIhIHi

eveline disse...

Legal demais ler sobre isso...
renovaçao ... desejo de todos aos quais sentem-se loucos de desejo pelo novo
pelo risco de mudar
affff
eu quero arrumar o meu tbm
hahahaha

Layla disse...

Sabe, eu não posso ter coisas que condenem meu passado assim expostas aqui em casa não. Tudo aqui é arma de guerra... até um bilhetinho da época do colégio é valiosíssimo como instrumento de chantagem. Dá pra guardar não... por isso, toda vez que eu fazia bilhetinho, eu sempre deixava pra outra pessoa guardar.

PS.: Lembro desse caderno... e não vejo nada que eu escrevi nele... ¬¬ rsrsrsrs

Srtª Amora disse...

Layla é o Igor?

enfim, ainda sonho com o dia em que tu irás arrumar a tua vida.

sem que pra isso precise ser interditado. =p

ahá! farei gozações com vc a vida toda.

C.A. disse...

Uma vaca fala q m ama
seu mugido quebra minha cama
uma vaca q rola na lama
uma vaca q não era dama

d repente a vaca vem e xama
nunca sei oq essa vaca trama
axo q vou ligar pro IBAMA
inscrever a vaca no programa FAMA

sei apenas pq a vaca muge
pois o sonho dela e cantar no Rouge!


*Sei q vc vai entender meus sentimentos através disso, querido!